Informações para autores

Encontro Catarinense de Educação Matemática

SUBMISSÃO DE TRABALHOS

Pede-se a leitura atenta de todas as seções abaixo. Note que o acesso à plataforma de submissão de trabalhos está disponível na Seção 9.


1. Taxa de Submissão:

Caso não seja associado(a) da SBEM, clique no botão PagSeguro abaixo correspondente à sua categoria para efetuar o pagamento da taxa de submissão:

Docente da Educação Básica, estudantes de graduação e pós-graduação (R$ 25,00):

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!


Docente da Educação Técnica e Tecnológica e do Magistério Superior (R$ 50,00):

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!


2. Eixos Temáticos

O VIII ECEM encontra-se organizado em três grandes eixos: Formação de Professores que Ensinam Matemática, Práticas escolares na Educação Matemática e Pesquisa em Educação Matemática.

Eixo A - Formação de Professores que Ensinam Matemática: A Formação de professores que ensinam matemática, seja a inicial ou a continuada, no âmbito da Educação Matemática tem sido caracterizada como a base dos processos de constituição da identidade docente. Localizado na fronteira dos saberes e fazeres necessários ao desenvolvimento e profissionalização do futuro professor e do professor em exercício nos sistemas responsáveis pela educação no Brasil, o presente eixo acolherá trabalhos concluídos ou em andamento sob os mais diversos matizes teóricos e metodológicos. O eixo "Formação de Professores que Ensinam Matemática" visa acolher e discutir pesquisas e relatos de experiência sobre formação inicial de professores (contemplando cursos de Licenciatura em Matemática, Pedagogia, Educação do Campo, Educação Indígena, Educação Quilombola, Educação Especial e áreas afins), bem como programas de formação continuada.

Eixo B - Práticas escolares na Educação Matemática: Com vista ao processo de ensino e de aprendizagem por meio de práticas escolares, incluem-se as propostas que tenham referência direta com a sala de aula (educação básica ou superior). Desse modo, em boa medida, receberá trabalhos que apresentam relação com experiências trazidas do cotidiano das instituições educacionais e o ensino e a aprendizagem da Matemática. Visa acolher e discutir pesquisas e relatos de experiência sobre ensino e aprendizagem da matemática nos diferentes níveis e modalidades.

Eixo C - Pesquisa em Educação Matemática: A Educação Matemática enquanto campo profissional e de produção de saberes vem se ampliando de forma significativa nas últimas décadas, principalmente nas suas interfaces com outros campos do conhecimento: Linguística, Filosofia, Sociologia, Estudos Culturais, Psicologia, Didática, Currículo, Estatística, dentre outros. Analisar e socializar pesquisas no campo da Educação Matemática requer contemplar esse mosaico teórico e metodológico. Nesse sentido, o presente eixo visa agregar as múltiplas perspectivas de pesquisas no campo da Educação Matemática e suas interfaces, de abordagens qualitativas e/ou quantitativas.  Serão aceitas pesquisas empíricas, bibliográficas/documentais ou ensaios teóricos concluídas ou em andamento.

A partir desses três eixos, os trabalhos deverão ser submetidos ao VIII ECEM em um dos subeixos abaixo, considerando aquele que mais se ajusta ao objetivo ou problemática central:

(1) Diretrizes curriculares e políticas públicas na formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática (PIBID, Residência Pedagógica e similares);

(2) Prática de ensino e/ou estágio supervisionado;

(3) Prática como componente curricular;

(4) Aprendizagem docente e/ou desenvolvimento profissional;

(5) Conhecimento, prática e/ou identidade docente;

(6) Psicologia e/ou processo linguísticos e cognitivos em Educação Matemática;

(7) Práticas formativas e/ou práticas profissionais;

(8) Práticas inclusivas em/na Educação Matemática;

(9) Avaliação em/na Educação Matemática;

(10) Tendências em educação matemática, tais como modelagem matemática, resolução de problemas, tecnologias digitais, etnomatemática, investigação matemática, história da matemática, Histórico-Cultural;

(11) Feiras de matemática;

(12) Concepções em Educação Matemática;

(13) Matemática, Arte e Diversidade cultural;

(14) Dimensões filosóficas, sociológicas e políticas na Educação Matemática;

(15) História, Filosofia e Epistemologia na e/ou da Educação Matemática.


3. Modalidade de trabalhos

O VIII ECEM aceita a submissão de trabalhos inéditos nas seguintes modalidades:

COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA (CC)

Apresentação de discussões e resultados parciais ou finais de investigações científicas, contemplando os princípios de rigor teórico e metodológico da pesquisa, apresentando contribuições consistentes e inovadoras, fundamentadas e articuladas com a produção científica da temática tratada. Nesta modalidade, cabem trabalhos de natureza teórica e empírica que versem sobre temas da Educação Matemática e busquem articulação com o tema central do encontro.

Estrutura: Mínimo de 8 páginas e máximo de 10 páginas, do título às referências.

Template (modelo) de texto de CC no formato.doc: Clique aqui para fazer o download.


RELATO DE EXPERIÊNCIA (RE)

Apresentação reflexiva sobre uma ação ou conjunto de ações que versem sobre Educação Matemática, como, por exemplo, uma prática de sala de aula, de formação de professores e de desenvolvimento de produtos. É importante que o texto contemple uma descrição detalhada do desenvolvimento da experiência com observações e reflexões do autor de modo a tornar evidente as contribuições para o campo científico da Educação Matemática.

Estrutura: Mínimo de 8 e máximo de 10 páginas, do título às referências.

Template (modelo) de texto de RE no formato.doc: Clique aqui para fazer o download.


RODA DE CONVERSA (RC)

Mostra de recursos para ensino de matemática, produto educacional desenvolvido (sem fins lucrativos) ou projetos/práticas pedagógicas elaboradas e/ou desenvolvidas na escola. É importante que o texto contemple uma descrição detalhada de modo a possibilitar a adaptação e/ou reprodução do mesmo por outrem para fins de ensino. Difere do relato de experiência pois não exige uma reflexão sobre uma ação ou conjunto de ações que versem sobre Educação Matemática.

Estrutura: Mínimo de 2 páginas e máximo de 6 páginas, do título às referências.

Template (modelo) de texto de RC no formato.doc: Clique aqui para fazer o download.


4. Observações importantes

Poderão submeter propostas de trabalhos professores que ensinam Matemática na Educação Básica; estudantes e professores de cursos de graduação em Matemática, Pedagogia, Educação do Campo, Educação Indígena, Educação Quilombola, Educação Especial, entre outros; professores e/ou pesquisadores de Programas de Pós-graduação nas áreas de Educação Matemática, Ensino de Matemática, Educação e áreas afins e demais interessados na Educação Matemática.

4.1. Inicialmente, deverá ser escolhida qual a modalidade de submissão do seu trabalho.

4.2. Leia atentamente as ementas dos Eixos para saber em qual deles o seu trabalho se enquadra. Para efetuar a submissão do trabalho, você deve escolher um eixo (A, B ou C), bem como, um dos subeixos (1 a 15), considerando aquele que mais se ajusta ao objetivo ou problemática central do seu trabalho.

4.3. A comissão científica poderá realocar a modalidade, o eixo e/ou o subeixo ao qual o trabalho foi submetido;

4.4. Para submeter o trabalho é necessário que os autores e coautores tenham feito a inscrição e o pagamento da taxa. Quando houver mais de um autor, apenas um deverá submeter a proposta de trabalho no link disponível na aba "Submissão";

4.5. Em nenhuma hipótese o valor da inscrição será devolvido. O pagamento permite a submissão de trabalhos e assistir às conferências, debate temático, mesas temáticas, que após avaliado e sendo aceito, deverá ser apresentado no VIII ECEM, por pelo menos um dos autores, para garantir a publicação nos anais;

4.6. Não existem restrições para o número de trabalhos submetidos por participante, seja como autor ou coautor;

4.7. Número máximo de autores por trabalho: 5 (cinco);

4.8. Todos os trabalhos serão avaliados por Pareceristas do VIII ECEM, que seguirão um conjunto de critérios específicos (item D abaixo) para análise. Cada trabalho será avaliado por no mínimo dois Pareceristas;

4.9. Para avaliação, a versão submetida do trabalho deve ser enviado sem a identificação dos autores e instituições (arquivo com tamanho não superior a 10Mb). Após recebimento da carta de aceite e orientações, os autores deverão encaminhar a versão final para publicação nos anais, contemplando as alterações solicitadas e a identificação dos autores e instituições.  Importante ter muita atenção no momento de anexar os textos, o sistema solicita em campos diferentes a versão identificada e a versão não identificada do trabalho. Caso a versão identificada seja enviada para os avaliadores, o trabalho poderá ser negado;

4.10. Somente serão aceitos trabalhos que estiverem de acordo com as normas detalhadas no Template (MODELOS - TEMPLATE – ver arquivo disponível em cada uma das modalidades). Desse modo, a digitação do texto deve, obrigatoriamente, ser feita no template, respeitando normas descritas no corpo do mesmo, podendo implicar na exclusão automática, se estiver em desacordo;

4.11. Após submeter seu trabalho você irá receber um e-mail confirmando o recebimento, caso não receba entre em contato pelo e-mail: sbemsc.ecem@gmail.com;

4.12. É de inteira responsabilidade dos autores o teor dos trabalhos submetidos, bem como a apresentação adequada das informações (Nome(s) dos autor(es), e-mail(s), Instituição(ões), título do trabalho, etc.) na plataforma de submissão de trabalhos ao VIII ECEM.


5. Procedimentos para a submissão de trabalhos

A submissão de trabalhos para o VIII ECEM ocorrerá exclusivamente por meio de plataforma digital online do evento: SUBMISSÃO ON-LINE DE TRABALHOS, paralelamente a inscrição dos autores no evento.

No campo TRANSFERÊNCIA DO MANUSCRITO submeter versão cega (sem identificação).

Apenas um dos autores deverá ficar responsável por acessar o sistema e indicar todas as informações do trabalho e anexar as versões cega e identificada, conforme orientações.

O arquivo contendo o texto do trabalho deve ser identificado seguindo um código alfanumérico, em que os caracteres refere-se informações diferentes, como no exemplo abaixo:

A3-CC81722362987

Os dois primeiros caracteres indicam os códigos do Eixo temático e subeixo de submissão do trabalho (observar lista de eixos temáticos – A, B e C - e subeixos - 1 ao 15 - do VIII ECEM). Em seguida, deve ser inserida a sigla da modalidade escolhida (Comunicação Científica - CC; Relato de Experiência - RE; Roda de Conversa – RC; Mesa Temática - MT). Por fim, inserir o número do CPF do primeiro autor.

Em todo o texto a ser submetido na versão cega, deve ser omitida qualquer menção aos nomes dos nomes e suas instituições ou elementos que permitam sua identificação, incluindo as referências, quando for o caso. Os autores deverão substituir estes elementos por uma sequência de cinco letras X (maiúsculas): Ex.: “Em um trabalho anterior, XXXXX, investigamos...”.


6. Avaliação dos trabalhos

O processo de avaliação cega será conduzido pela Comissão Científica por meio de, no mínimo, dois pareceres ad hoc, os quais serão orientados pelos seguintes critérios:

  • Adequação com Eixos e subeixos do evento;

  • Relevância e pertinência às temáticas para o qual o trabalho foi submetido;

  • Convergência entre objetivos, metodologia, referencial teórico e resultados;

  • Produção escrita apropriada, seguindo as normas ortográficas e gramaticais da Língua Portuguesa;

  • Coesão, coerência, clareza e fluência do texto;

  • Formatação e elaboração de acordo com as normas do evento.

A Comissão Científica emitirá um dos seguintes pareceres:

  • Aceito

  • Aceito com ressalvas

  • Recusado

No caso de Aceito com ressalvas, a nova versão deverá ser submetida em até 10 dias a contar do envio do parecer.


7. Orientações para encaminhamento de texto completo

7.1. Orientações gerais:

a) Todo o texto deve ser digitado em fonte Times New Roman;

b) O texto final deve ser submetido conforme cronograma do evento;

c) O texto deverá ter, do título até a última página, o seguinte número de páginas:

- Comunicação Científica (CC): de 08 a 10 páginas;

- Relato de Experiência (RE): de 08 a 10 páginas;

- Roda de Conversa (RC): de 02 a 06 páginas.

​7.2. Margens: Superior e Esquerda: 3 cm; Inferior e Direita: 2 cm

7.3. Título e subtítulo (se houver): Fonte tamanho 14, caixa alta, centralizado, negrito, sem recuos, espaçamento antes e depois 14 pt, espaçamento entre linhas simples. O título com o subtítulo deverão conter, no máximo, 100 (cem) caracteres com espaço.

7.4. Nome dos autores: Fonte tamanho 12, alinhado à direita, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples; sem linhas em branco entre os nomes dos autores, entre o título e o primeiro autor e entre o último autor e o resumo. Utilizar nota de rodapé para dados dos autores: informar a maior titulação de cada um dos autores, filiação institucional e e-mail, separados por ponto e vírgula; letra Times New Roman, fonte tamanho 10, justificado, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples.

7.5. Resumo: Fonte tamanho 10, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 18 pt, espaçamento entre linhas simples; sem linhas em branco entre resumo e palavras-chave; o termo ‘Resumo’ deverá ser digitado em negrito; seu texto deverá conter entre 150 e 200 palavras.

7.6. Palavras-chave: Fonte tamanho 10, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 18 pt, espaçamento entre linhas simples; sem linha em branco entre resumo e palavras-chave e entre palavras-chave e o título do capítulo 1; o termo ‘Palavras-chave’ deverá ser digitado em negrito; deverão ser inseridas de 3 a 5 palavras-chave, separadas por ponto.

7.7. Títulos dos capítulos: Fonte tamanho 12, caixa alta, negrito, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 24 pt, espaçamento entre linhas 1,5 linhas; sem linhas em branco entre o título do capítulo e o primeiro parágrafo do capítulo.

7.8. Títulos das seções (se houver): Fonte tamanho 12, negrito, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 24 pt, espaçamento entre linhas 1,5 linhas; sem linhas em branco entre o título da seção e o primeiro parágrafo da seção.

7.9. Texto dos parágrafos: Fonte tamanho 12, justificado, recuo especial 1ª linha por 1,25 cm, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas 1,5 linhas;

7.10.  Figuras/tabelas/quadros/gráficos:

- Legenda: fonte tamanho 12, negrito, centralizado, sem recuo, espaçamento antes 24 pt e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples;

- Figura/tabela/quadro/gráfico: centralizado, sem recuo, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples. As figuras e imagens constantes no corpo do texto devem ser de alta resolução;

- Fonte: conforme normas da ABNT. Devem ser digitadas em: fonte tamanho 10, alinhado à esquerda, sem recuo, espaçamento antes 0 pt e depois 24 pt, espaçamento entre linhas simples.

7.11. Citações: Conforme normas da ABNT. No caso de citação longa: fonte tamanho 10, justificado, recuo de 4 cm à esquerda, espaçamento antes e depois 24 pt, espaçamento entre linhas simples; sem linhas em branco entre o texto e a citação.

7.12. Notas de rodapé: Fonte tamanho 10, justificado, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples. As notas devem ter caráter unicamente explicativo. Cada nota explicativa deverá conter, no máximo, 400 (quatrocentos) caracteres.

7.13. Referências: O título da seção “referências” deve ser digitado em fonte tamanho 12, caixa alta, negrito, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 24 pt, espaçamento entre linhas 1,5 linhas; sem linhas em branco entre o título e a primeira referência. As referências devem ser digitadas em ordem alfabética, conforme normas da ABNT, e seguir a seguinte formatação: fonte tamanho 12, alinhado à esquerda, sem recuos, espaçamento antes e depois 12 pt, espaçamento entre linhas simples.

7.14. Fonte(s) financiadora(s): O título da seção “Fonte Financiadora” deve ser digitado em fonte tamanho 12, caixa alta, negrito, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 24 pt, espaçamento entre linhas 1,5 linhas; sem linhas em branco entre o título e a primeira referência. A(s) fonte(s) financiadora(s) deve(m) ser digitada(s) seguindo a formatação: fonte tamanho 12, justificado, sem recuos, espaçamento antes e depois 0 pt, espaçamento entre linhas simples.


8. Publicação dos trabalhos

Todos os trabalhos aceitos e apresentados serão publicados nos Anais do XVIII ECEM. Posteriormente, o Comitê Científico poderá organizar um número temático com trabalhos selecionados para publicação na Revista Catarinense de Educação Matemática.


9. Acesse a plataforma de submissões de trabalhos

Para proceder à Submissão de Trabalhos, CLIQUE AQUI. Leia atentamente as orientações contidas logo no início da página a qual você será redirecionado.

IMPORTANTE: Em "Cadastrar como", selecione ambas as opções "Leitor" e "Autor".